STJ proíbe corte de ponto de servidores em greve




LU AIKO OTTA – Agência Estado
1/7/2009 – www.estadao.com.br


A decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que proibiu o governo de cortar o ponto dos grevistas do Ministério do Trabalho, vai gerar um efeito cascata no funcionalismo. A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef) promete ingressar com ações para reverter o corte feito em outros órgãos em que houve greve este ano, como o Ibama, a Secretaria de Patrimônio da União (SPU), o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e outros.
“A decisão do STJ vira jurisprudência para outros setores”, disse o secretário-geral do Condsef, Josemilton Costa. “Nossa assessoria jurídica já está examinando como reverter o corte de ponto das outras carreiras.” Os funcionários do Ministério do Trabalho estão parado há mais de dois meses.

Leia mais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 2 =