ESCLARECIMENTOS SOBRE A ASSEMBLEIA

Caro servidor,
Em virtude de boatos plantados em alguns locais de trabalho e na internet, a diretoria do sindicato esclarece:
1. Ocorrerão nesta noite duas assembléias. A primeira tem convocação para as 19h e a segunda, para as 20h.
2. A primeira assembleia trata da ratificação da fundação do sindicato. Esse é um processo simples, sem nenhum segredo, porém extremamente necessário para garantir a lisura dos registros do nosso sindicato. Por exigência do Ministério do Trabalho (MTE), precisamos atualizar nosso Estatuto, conforme o novo Código Civil de 2002. O MTE exige que haja convocação específica, em edital publicado no Diário Oficial da União e em jornal de circulação Estadual, com no mínimo 10 dias de antecedência. Foi o que ocorreu: publicamos esse edital no DO da União e no jornal Diário Catarinense no dia 04/09/2010.
3. A segunda assembleia discutirá a avaliação da greve ocorrida em agosto, a filiação à CUT e a eleição de delegados para o congresso da Federação. Esse edital foi publicado como de costume, em jornal local, no prazo estatutário.
4. Independente dos editais, foi dada ampla divulgação das assembleias, com postagem no blog, envio de e-mails a todos os nossos contatos e distribuição de cartazes e fôlderes nos locais de trabalho. A intenção da direção sempre foi fazer chegar ao conhecimento dos associados as informações. 
5. Apesar disso, algumas pessoas – porque são contrárias à discussão sobre a CUT – divulgaram falsas informações, para confundir a categoria e colocar os servidores contra a direção do sindicato.
6. Sobre a Central, queremos fazer o debate da forma mais honesta e clara possível.
7. É importante saber que a filiação a CUT não traz problema financeiro algum para o sindicato e nem implica aumento da mensalidade para os associados. Nenhum serviço deixará de ser oferecido por causa dessa filiação. Diferentemente do que algumas pessoas andam divulgando, se o sindicato no passado teve algum problema, isso se deve exclusivamente à gestão da época. Nada tem a ver com a Central. 
8. O custo da mensalidade da associação à CUT é muito inferior ao que se gastava com ajuda de custo para a diretoria, por exemplo. Por isso, mesmo filiado à Central, o sindicato ainda economiza mais dinheiro do que se gastava anteriormente.
9. O que algumas pessoas não querem discutir são as consequências políticas da filiação. E elas são determinantes para o futuro dos trabalhadores no Brasil. Afinal, compete à CUT a luta nacional contra o Fator Previdenciário (que limita nosso direito à aposentadoria), a luta pela redução da jornada de trabalho sem redução de salário, a luta pela aposentadoria especial para os trabalhadores da saúde, a luta pelo Piso Salarial Nacional do Magistério, entre tantas outras conquistas fundamentais para cada um de nós.
10. Os servidores de Joinville não podem mais ficar à margem dessas discussões. Elas interferem diretamente na nossa vida e no nosso trabalho. Por isso queremos, junto com os trabalhadores do Brasil inteiro, lutar pela melhoria de nossas condições de vida e trabalho.
11. É importante questionar quais os objetivos secretos que algumas pessoas trazem, ao esconder várias informações dos servidores e plantar calúnias e acusações infundadas. Se querem de fato ajudar a categoria, deveriam participar de todas as discussões e lutas dos servidores.
Joinville, 17 de setembro de 2010.
Diretoria do SINSEJ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 2 =