Calendário 2011 não agrada professores

Na tarde de terça-feira, o Sinsej recebeu oficialmente do gabinete do secretário de educação uma cópia do calendário escolar das escolas e Ceis para o ano letivo de 2011.
Na proposta da Sec o trabalho terá início em 02 de fevereiro e o encerramento do ano está previsto apenas para o dia 21 de dezembro. O calendário ainda prevê trabalho em dois sábados para atividades de interação com as famílias e reserva dois dias do recesso de julho para capacitação.
Ceis
Para os Ceis está previsto um plantão de funcionamento em quatro unidades em janeiro. Em julho a primeira semana de recesso terá um plantão por revezamento e a segunda semana, plantão em um único Cei.
Para o Sinsej a proposta elaborada pela secretaria de educação pode ser melhorada, principalmente no que diz respeito ao início e término das atividades e quanto ao tradicional recesso de julho. Não há necessidade de começar o ano letivo tão cedo e de encerrá-lo tão tarde. Como contribuição o sindicato elaborou uma contraproposta que contém 200 dias letivos com início e término das atividades em 07 de fevereiro e 16 de dezembro, respectivamente.
Outro ponto que preocupa os servidores são os plantões de atendimento nos Ceis em janeiro e julho. O Sinsej entende que os professores dos Ceis tem direito ao mesmo período de recesso e férias dos demais professores da rede.
Diante da situação a diretoria do Sinsej chama, além dos representantes eleitos pelas escolas, todos os professores das escolas e Ceis para uma reunião amanhã, quinta-feira, às 19h, no Sinsej para debater a contraproposta de calendário do Sinsej.

Proposta da Sec para as escolas (Clique para ampliar)
Proposta da Sec para os CEIs (Clique para ampliar)

Proposta do Sinsej para escolas e CEIs (Clique para ampliar)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − três =