Secretaria de Educação proíbe a entrada do Sinsej nos CEIs

Durante toda a sexta-feira o Sinsej entrou em contato com os CEIs, agendando com as direções das unidades, visitas na próxima segunda-feira para realização das assembleias de eleição dos representantes locais. Para a surpresa do Sindicato, na mesma tarde, diretores de alguns CEIs entraram em contato com o Sinsej para desmaracar a atividade, alegando orientação da Secretaria de Educação. Por telefone, o presidente do Sinsej entrou em contato com o Secretário de Educação, Marcos Aurélio Fernandes, que confirmou a orientação. O Secretário argumentou que o período foi reservado para reunião pedagógica e não poderia ser interrompido.

As atividades foram programadas para durarem cerca de 15 minutos por unidade, com horário marcado e com anuência das equipes e dos diretores. A atitude inesperada do Secretário de Educação mais uma vez agride os direitos dos trabalhadores da educação. O objetivo de informar e aproximar dos trabalhadores da entidade sindical, mais uma vez fica prejudicado pela truculência da administração municipal. Assim como durante a greve em 2010, a Secretaria de Educação age com intransigência e com total falta de bom senso.

A proibição da presença do Sindicato nas unidades só reforça a postura incoerente da Secretaria de Educação, que não ouviu os professores nas reivindicações do calendário, não garantiu definitivamente o recesso de 15 dias em julho e quer garantir que os trabalhos aos sábados.

O Sindicato manterá a agenda na segunda-feira e seguirá até as unidades que foram proibidas de receber a visita. Como sempre, de maneira tranquila e fraterna, conversar com os servidores e dar continuidade as atividades de integração sindical que são direitos de qualquer trabalhador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × quatro =