Cerca de 4 mil servidores vão às ruas

Cerca de 4 mil trabalhadores lotaram às ruas do Centro da cidade na manhã de hoje (9/5) no primeiro dia da greve do funcionalismo público de Joinville. Após uma manifestação em frente à Prefeitura, eles seguiram em passeata pelas ruas Princesa Izabel, Blumenau, 9 de Março e Praça da Bandeira.

Uma comissão composta por diretores do sindicato e servidores tentou conversar com o prefeito Carlito Merss para pressionar pela abertura de uma mesa de negociações, mas foi recebida pelo chefe de gabinete, Eduardo Dalbosco. De acordo com ele, o chefe do Executivo estava na cidade em visita a pontes no bairro Vila Nova.

Dalbosco afirmou que a Prefeitura vai avaliar a abertura da mesa, mediante a apresentação de um pedido por escrito. “Os servidores não encerrarão a greve enquanto não conseguirmos estabelecer uma negociação com avanços para a categoria”, afirmou o presidente do Sinsej, Ulrich Beathalter.

Na tarde de hoje os servidores passam em grupos por diversas unidades do município. Amanhã, eles se dirigem à Camara de Vereadores, às 14 horas, para acompanhar a Comissão de Legislação, Justiça e Redação que discute o projeto que substitui a cesta básica pelo vale alimentação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 1 =