Pressão para trancar a pauta na CVJ

Os servidores lotaram novamente a Câmara de Vereadores de Joinville hoje (24/5) para pedir que não seja mais votado nenhum projeto do Executivo até que se abra uma mesa de negociação com os trabalhadores em greve. Um requerimento com esse conteúdo foi apresentado pelo vereador Adilson Mariano (PT) e co-assinado por outros dez parlamentares. Porém, a presidência da Casa recusou-se a colocá-lo em votação na sessão de hoje, encaminhando-o ao setor jurídico da Casa. Como a maioria dos vereadores aprova a proposta, o trancamento da pauta pode ser feito por meio de abstenções. Caberá ao movimento grevista continuar pressionando.

Durante a sessão de hoje um projeto de origem do Executivo, que repassava R$ 850 para a Fundação Municipal de Esportes, foi rejeitado em protesto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 1 =