Joinville não paga Piso Nacional do Magistério

Em matéria veiculada no dia 28 de fevereiro em sua página, a Prefeitura de Joinville afirmou que o piso salarial dos professores joinvilenses é maior do que o nacional, reajustado no mês de fevereiro pelo MEC. Para o Executivo, o piso do magistério é de R$ 2.092 – 44% acima dos R$ 1.451 estipulados nacionalmente para os professores de nível médio.

O Sinsej esclarece que o valor de R$ 2.092 é pago aos professores da rede municipal que possuem curso superior. Os profissionais que possuem apenas a habilitação de magistério recebem R$ 1.398,85, ou seja, R$ 52,15 a menos do que o piso nacional.

Alerta: o piso vai virar teto!

O Sinsej calcula que com o aumento de cerca de 9% a ser concedido pela Prefeitura em abril o professor municipal passará a ganhar exatamente o piso nacional.

Antes do reajuste de 2011 o piso de Joinville era R$ 1.320 e o nacional R$ 1.187. Com a greve, conquistamos 8,2%, mas não foi o suficiente, pois o MEC elevou o patamar nacional em 22,22%. Ou seja, os professores de Joinville perderam a vantagem e passaram a ganhar menos do que o piso nacional.

Agora, os cerca de 9% prometidos para a categoria esse ano farão apenas com que os valores se igualem. É como se o salário do magistério municipal em comparação ao restante do país tivesse diminuído!

Atenção, professores!

Dizer que o salário diminuiu pode parecer brincadeira matemática, mas esconde uma verdade que precisa ser compreendida pela categoria. Há anos os professores aceitam a ideia de que seus salários estão entre os melhores do Estado, mas isso nunca foi verdade. Hoje, tem-se uma referência nacional para o valor mínimo que um professor deve receber: o Piso Nacional.

O problema que a categoria começa a enfrentar em 2012 é o fato de que há um ano ganhava mais do que a base nacional, hoje ganha menos e em abril voltará a ganhar apenas o piso.

Diante desse quadro, só resta uma palavra de ordem: Piso não é teto, queremos ganhar mais!

Assembleia do Magistério

Diante dessa situação, o Sinsej convida todos os professores da rede municipal a participarem da Assembleia do Magistério, dia 13 de março, às 19 horas, no Sinsej.

Nesse dia nossa categoria vai discutir a adesão à paralisação nacional em nome do cumprimento do Piso Nacional, que está sendo chamada de 14 a 16 de março pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE/CUT).

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × três =