14º não foi pago sobre as “horas termo”

O abono concedido aos trabalhadores da educação de Joinville – conhecido com 14º – não foi pago sobre o “termo” dos professores, que são as horas trabalhadas além da carga horária definida no concurso de cada servidor.

A diretoria do Sinsej já enviou um ofício questionando a prefeitura. A secretaria de gabinete respondeu o documento informando que pediu providências à Secretaria de Gestão de Pessoas. O sindicato está acompanhando e manterá a categoria informada.

O prazo para pagamento era dia 20 de janeiro, um domingo, e foi depositado no dia 19. O texto da lei deixa claro que o benefício deveria corresponder a 50% da remuneração do mês de dezembro, ou seja, do salário somado a todas as gratificações e benefícios do servidor.

Texto atualizado em 24/01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × um =