Greve vai à Câmara de Vereadores esta semana

A partir de amanhã (21/5) os servidores municipais de Joinville entram em uma nova fase da mobilização: de pressão sobre a Câmara de Vereadores (CVJ). Na última quinta-feira a prefeitura encaminhou ao Legislativo, sem consentimento da categoria, um projeto de lei com o reajuste de 4% em maio, 1,5% em novembro e 1,6% em dezembro. Na sexta os trabalhadores rejeitaram o valor que o Executivo está tentando impor e decidiram continuar a paralisação por uma nova proposta.

Na manifestação que ocorreu na manhã de hoje e lotou novamente a frente da prefeitura, o presidente do Sinsej, Ulrich Beathalter, reafirmou que o envio do projeto à CVJ não encerra a greve. “Nada mais vai nos demover daqui”, disse. “A não ser uma proposta que possa ser votada e aprovada livre e democraticamente”. Ele ressaltou que o governo esta se desgastando: “Quanto mais o tempo passa, mais prejuízo político o prefeito acumula”.

Ulrich lembrou que no decorrer da greve os servidores estão em assembleia permanente. Isto significa que as decisões da categoria pode ser votadas em qualquer lugar onde os trabalhadores estejam reunidos, como em frente à prefeitura ou na Câmara de Vereadores.

Confira a programação para a semana de greve*

Greve Vai à Câmara De Vereadores Esta Semana

Flickr Album Gallery Powered By: WP Frank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × três =