Atenção servidores: 11/7 – Dia Nacional de Luta

Será nesta quinta-feira (11/07) o Dia Nacional de Luta, convocado por todas as centrais sindicais, mais o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Serão paralisações e atos em todo o país que terão como objetivo pressionar os governos para atender as cobranças dos trabalhadores. As mobilizações vêm para se somar aos protestos que estão acontecendo há cerca de um mês no país, pois os movimentos avaliam ser um momento propício para avançar suas pautas.

Em Joinville será realizado um ato público às 18 horas, na Praça da Bandeira, contando com a participação de sindicatos de todas as centrais, mais o movimento estudantil e a juventude. A atividade está sendo organizada pelos sindicatos e centrais da região. Antes, acontecerá um ato unificado da região Norte do Estado em Itajaí, às 15 horas, para a qual o sindicato disponibilizará um ônibus para os trabalhadores que desejarem participar. Ele sairá às 12 horas e é preciso confirmar até quarta-feira.

Convocação do ato aconteceu democraticamente

A decisão pelas mobilizações em Joinville e Itajaí foi tomada na última quinta-feira (4/7), em uma reunião na cidade de Itajaí, com a participação de todas as centrais sindicais: Central Única dos Trabalhadores (CUT); CTB; Força; UGT; CGTB; CSB; NCST; e inclusive a CSP/Conlutas – central dirigida pelo PSTU. A decisão democrática desse encontro foi de convocar atos e manifestações para a data. Não há uma orientação de paralisação ou greve, mas sim de disponibilizar ônibus para que os trabalhadores participem das atividades.

O Sinsej respeita a decisão tomada pelo conjunto das entidades da classe trabalhadora e soma-se à mobilização em curso nacionalmente. Não apenas em palavras, mas com ações práticas. O sindicato foi a primeira entidade de Joinville a chamar a atenção e apontar a necessidade de o Dia Nacional de Luta ter a participação da principal cidade catarinense.

Sinsej está fazendo seu papel

Além disso, está empreendendo esforços para a mobilização da atividade. Seus diretores estão passando nos locais de trabalho e convidando os servidores para o dia 11. A entidade também fará uma panfletagem amanhã, às 17 horas, no terminal de ônibus do Centro, para convidar a comunidade a participar do evento. Outros panfletos foram disponibilizados para que a União Joinvilense dos Estudantes Secundaristas (Ujes) mobilize os estudantes secundaristas e o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Univille chame os universitários. O Sinsej também contratou carros de som para passar nos bairros de Joinville, chamando os trabalhadores e trabalhadoras de todas as categorias a somar-se à manifestação.

O Sinsej está mobilizando para o dia 11 desde 3 de julho. Nessa data foi criado o evento na rede social Facebook “Dia Nacional de Luta – Joinville” e disponibilizado o texto sobre o ato público “Trabalhadores nas ruas de todo o Brasil”. Acesse o evento no Facebook, confirme presença e convide seus amigos.

Confira abaixo a relação de pautas levantadas para o ato público:

– Redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais;

– Abaixo a repressão;

– Por uma empresa pública de transporte com Tarifa Zero;

– Vagas para todos na educação pública, da creche à universidade;

– Fim do pagamento da dívida interna e externa (que consume cerca de 47% do orçamento da União);

– Todas as verbas necessárias para a educação e a saúde;

– Reforma agrária;

– Anulação dos leilões do petróleo;

– Fim do fator previdenciário;

– Fim do imposto sindical;

– Aplicação dos 33,33% de hora-atividade;

– 30 horas para enfermagem;

– Fim das terceirizações;

– Fim das privatizações no serviço público;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + dezesseis =