Nota de repúdio à atitude da SGP

O Sinsej repudia a recente ação da secretária de Gestão de Pessoas, Rosane Bonessi, que tenta coibir a presença do sindicato nos locais de trabalho da Prefeitura de Joinville.

Conforme o Ofício Circular nº 029/2013, emitido pela secretaria e encaminhado a todos os secretários e presidentes da administração municipal, reuniões nos locais de trabalho entre os servidores e o sindicato só poderão ser realizadas com conhecimento, consentimento e participação de um servidor da SGP.

O Sinsej interpreta esta medida como uma prática antissindical, que fere o direito de associação política e sindical dos servidores.  A Constituição Brasileira garante este direito a todos os trabalhadores de forma livre e autônoma. Nenhuma entidade ou poder pode suprimir ou restringir este direito, de forma que não cabe à Prefeitura estabelecer regras que venham a coibir a organização dos servidores.

Apesar de o documento informar que o procedimento já é de conhecimento do Sinsej, quando informados da medida, dirigentes do sindicato se posicionaram contrários. Eles lembraram que ações como esta já foram adotadas por outros governos e apenas geraram confusão e descontentamento entre os servidores, além de mostrarem-se inócuas.

A diretoria do sindicato afirma que continuará visitando os locais de trabalho. Ela estará sempre de prontidão para atender os servidores em suas reivindicações, quando for chamada ou quando identificar quaisquer irregularidades nas relações de trabalho.

O Sinsej espera também que a secretária reveja a atitude e revogue a medida, garantindo de forma irrestrita o direito constitucional dos servidores e do sindicato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =