Portas fechadas no posto de saúde Jardim Edilene

As portas do posto de saúde Jardim Edilene ficaram fechadas segunda-feira (3/2). O motivo foi a paralisação dos servidores da unidade. Eles questionaram o atraso nos prazos para a entrega de um novo posto na Zona Sul. Depois de uma assembleia com a comunidade, decidiu-se dar uma nova chance para a Prefeitura. Um novo ato está programado para dia 24 de fevereiro.

A mobilização marcada para o fim do mês poderá tornar-se uma nova paralisação. Tudo depende se a administração cumprirá as medidas provisórias prometidas ontem. A Secretaria da Saúde compromete-se a climatizar imediatamente a unidade do Jardim Edilene, repor o quadro profissional e readequar a agenda de atendimentos para evitar superlotação.

Os trabalhadores também impuseram a data limite de 3 de julho para a inauguração do novo posto da região. O prazo anterior era 3 de março. A unidade será instalada no loteamento Estevão de Matos. Essa é uma cobrança da população desde março de 2012. Desde estão, duas equipes são obrigadas a atender a comunidade dos arredores no Jardim Edilene.

Paralisação conquistou três medidas provisórias para melhorar atendimento
Paralisação conquistou três medidas provisórias para melhorar atendimento no posto de saúde Jardim Edilene

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 5 =