Servidores de Itapoá estão em Estado de Greve

Servidores de Itapoá deram recado para o prefeito e ameaçam entrar em greve
Servidores de Itapoá mandaram recado para o prefeito e ameaçam entrar em greve

Cerca de 80 servidores de Itapoá participaram da assembleia do município de 9 de abril, na Câmara de Vereadores. Eles decidiram entrar em Estado de Greve. Trata-se de um aviso ao prefeito Sérgio Aguiar (PMDB). Depois de duas reuniões com o Sinsej, o chefe do Executivo ainda não respondeu a pauta de reivindicações da categoria.

Para o sindicato, a postura da Prefeitura tenta esconder a posição de recusar vários pontos cobrados pela categoria. A lista tem 23 itens. Entre eles, está o Estatuto dos Servidores. Ele foi elaborado por uma comissão em 2013, composta por representantes da administração, do Sinsej e dos servidores. O documento poderia estar aprovado em novembro do ano passado. Porém, ainda não foi ao menos enviado para a Câmara de Vereadores.

Pelo menos cinco pontos cobrados no município dependem da aprovação do Estatuto. É o caso da revisão da hora-atividade dos professores e do pagamento de adicional de periculosidade. Os funcionários pedem também a recomposição das perdas salariais acumuladas nos últimos anos. Além disso, solicitam o aumento do vale-alimentação para R$ 380. Esse valor é o mesmo pago aos servidores de Garuva.

Para o dia 30 de abril, uma assembleia geral da categoria está convocada. Ela ocorrerá às 19 horas, na Câmara de Vereadores. Na oportunidade, serão avaliados os resultados das negociações. Um novo encontro com o prefeito de Itapoá está marcado para o dia 28 de abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × dois =