Entregar declaração e abaixo-assinado até terça

Os servidores de Joinville que ainda não entregaram no Sinsej as folhas de abaixo-assinado e a declaração sobre o desconto das horas da greve, devem fazê-lo até amanhã (22/7), às 12 horas. No período da tarde, os diretores do sindicato protocolarão estes documentos no gabinete do prefeito e na secretaria de Gestão de Pessoas (SGP), respectivamente.

Abaixo-assinado

Este documento objetiva, principalmente, reunir assinaturas de trabalhadores que não aderiram à greve este ano, comprovando que eles concordam com a reposição de todas as horas de paralisação. Um dos principais argumentos da Prefeitura para realizar o desconto salarial do período entre 31 de maio e 12 de junho é de “respeito” aos que permaneceram no local de trabalho. “Mais do que fazer justiça aos servidores, é necessário garantir o atendimento à comunidade que teve prejuízos com a suspensão de cirurgias, perda de dias letivos nas escolas, entre outros serviços”, justifica o abaixo-assinado.

Declaração sobre o desconto

O Sinsej preparou este documento em substituição ao distribuído pela SGP. No do governo, legitima-se a desistência da reposição, autorizando o desconto salarial independente do que for negociado posteriormente. O sindicato preparou uma declaração parecida, mas onde o servidor informa que está disposto a repor as horas e que, somente se a Prefeitura manter seu posicionamento, opta entre as duas formas de desconto.

Diversas chefias não aceitaram receber o documento preparado pelo sindicato. Por isso, os servidores foram orientados a entregá-lo no Sinsej. Amanhã, estas declarações serão protocoladas na SGP. Os trabalhadores também têm recebido ameaças de que, se não assinarem a declaração da Prefeitura, terão o desconto efetuado em uma só vez. O sindicato esclarece que esta é uma afirmação infundada. O acordo do fim da greve previa que o servidor poderia optar pela forma de desconto, mas não continha nenhuma cláusula indicando que esta opção seria feita por meio de um formulário específico da SGP. O documento preparado pela entidade sindical é uma declaração oficial. Caso a Prefeitura tenha qualquer entendimento diferente, o Sinsej irá tomar as medidas legais cabíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × três =