Iphan emite laudo sobre o Sambaqui

A última enchente, que alagou o centro de Joinville, em março, deixou o Museu do Sambaqui embaixo d’água. Além dos danos ao acervo, que é referência nacional, existe a insalubridade vivida até hoje pelos cerca de 20 funcionários. No último dia 6 de maio, o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) emitiu laudo solicitando a remoção imediata de todas as peças e dos trabalhadores do local.

“Recomendamos que a retirada do acervo arqueológico que corre risco imediato de mais danos, deve prever o não fracionamento do acervo e deve ser acompanhado obrigatoriamente de toda a equipe técnica composta por servidores do Museu”, diz o laudo.

A Prefeitura, novamente, não fez nada a respeito. O Sinsej entrou em contato, através de ofício, com o prefeito, para saber quais providências serão tomadas, mas ainda não recebeu retorno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + 8 =