ACSs denunciam desvio de função

DSC_0327
ACSs denunciam dupla função I Foto: Kályta Morgana de Lima

Na terça-feira (26/1) os Agentes Comunitários de Joinville (ACSs) reuniram-se no Sinsej para relatar diversos abusos praticados pelo governo durante a campanha de prevenção da dengue. Desde o início da campanha, a Secretaria da Saúde tem convocado ACSs, sem maiores explicações e sob ameaças das coordenações. Além disso, durante as visitas, esses servidores são obrigados a recolher o lixo das residências e revirar pneus, colocando em risco sua saúde e integridade física.

“Isso é claramente desvio de função, pois ao ACS cabe a orientação, não coleta de entulho e manutenção”, disse o presidente do Sinsej, Ulrich Beathalter. Ulrich também lembrou que os servidores não recebem insalubridade, vale-transporte ou alimentação. O Equipamento de Proteção Individual (EPI) não é completo, com o fornecimento somente das luvas, com falta do protetor solar. Até mesmo água é fornecida somente pela manhã.

O sindicato enviará um ofício à Prefeitura solicitando que seja feito um convite, com liberdade de adesão em caso de necessidade de participação dos ACSs nos mutirões. Também que seja apresentada uma forma de compensação, como pagamento de hora-extra, vale-alimentação e vale transporte.

Denúncia 2

Ainda durante a reunião, os ACSs denunciaram a falta de protetor solar, ou então, com a validade vencida, colocando em risco a saúde dos servidores. O Sinsej orienta os trabalhadores a não exercerem suas funções além das suas atribuições, ou sem o Equipamento de Proteção Individual (EPI).

DSC_0329
Protetor solar entregue aos ACSs está fora da validade I Foto: Kályta Morgana de Lima

Outra denúncia é sobre o desvio de função nas Unidades Básicas de Saúde. Os ACSs são destacados para fazer o atendimento nas recepções, substituindo os agentes administrativos.

Diante disso, será entregue um ofício à Secretaria da Saúde informando essas situações e solicitando uma audiência. Os ACSs reúnem-se novamente no dia 10 de fevereiro, às 19 horas, no Sinsej, para avaliar as respostas e encaminhamentos da Secretaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × três =