Ameaça de desconto é provocação da Prefeitura

A Prefeitura de Joinville divulgou essa semana um comunicado de que iria descontar em dobro as horas dos servidores que participaram da assembleia com paralisação no último dia 29. No entendimento do Sinsej, essa atitude representa uma provocação e ameaça aos trabalhadores.

“Exigimos de Udo Döhler a retificação imediata dessa nota sobre o desconto, o agendamento de nova mesa de negociação com a diretoria do Sinsej e o atendimento das reivindicações da categoria”, disse o presidente do sindicato, Ulrich Bethalter. A Campanha Salarial 2016 ainda não foi encerrada em Joinville e nenhuma negociação foi realizada entre sindicato e Prefeitura desde o dia 29.

No dia 27 de abril os servidores voltam a se reunir em assembleia. Será Às 19 horas, no Sinsej. “Não é hora de cedermos aos desmandos desse governo. Precisamos nos mobilizar massivamente para combater os ataques que estamos sofrendo, por isso convoco toda a categoria a participar da assembleia”, finalizou Ulrich.

Texto atualizado em 11/4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + treze =