Câmara instaura CPI sobre o Ipreville

A Câmara de Vereadores de Joinville deu início ontem (20/6) à discussão para a criação de uma CPI sobre o Ipreville. O objetivo, segundo os vereadores, é apurar as possíveis “pedaladas fiscais do governo com relação aos parcelamentos do instituto de previdência”. Na sessão de hoje (21/6), às 17 horas, o tema voltará a ser debatido.

O Sinsej acompanha esse processo e alerta os servidores a ficarem atentos. “Precisamos ter em mente que o processo foi iniciado por grupos de oposição ao governo, visando fomentar discussões políticas em vésperas de eleição”, disse a presidente do sindicato, Mara Lúcia Tavares. Para ela, somente a unidade, organização e luta da categoria irão solucionar definitivamente os parcelamentos. O sindicato prepara um seminário para aprofundar o conhecimento da categoria sobre os problemas do Ipreville, bem como a pauta do assunto em assembleias.

Além disso, o Sinsej defende que o Conselho Administrativo do Ipreville deve seguir o regulamento durante as votações e não realizar manobras, como aconteceu em janeiro deste ano. O departamento jurídico do sindicato propôs uma ação na Justiça requerendo a anulação do último parcelamento da dívida patronal, devido ao flagrante desrespeito ao regimento do Ipreville durante a votação da matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro − um =