Primeiro dia de greve em Itapoá

DSC_0184
Pela segunda vez no ano servidores de Itapoá entram em greve pelo cumprimento dos seus direitos I Foto: Aline Seitenfus

Hoje (22/8) foi o primeiro dia de greve dos servidores municipais de Itapoá. A categoria concentrou-se em frente à Prefeitura às 8 horas. Às 9 horas foi realizada uma assembleia com rejeição da proposta feita pelo governo na última sexta-feira. Em seguida, um grupo de trabalhadores e diretores do Sinsej dirigiram-se ao gabinete do prefeito em exercício, Josênio Vieira Bernardi.

Na reunião, a Prefeitura fez apenas uma mudança na sua proposta: reduzir para duas parcelas a reposição da inflação. Quanto à insalubridade e gratificações não houve avanços.

Em contraproposta, a categoria informou que voltará ao trabalho assim que for feito o pagamento da primeira parcela da reposição da inflação e do vale-alimentação. Outra exigência é que seja retomado o pagamento da insalubridade e gratificações aos servidores da saúde. “Essa é a segunda greve do ano que precisa ser feita para garantir o direito dos servidores de Itapoá. Um absurdo que demonstra a falta de interesse da administração em garantir o mínimo para seus funcionários e munícipes”, disse a presidente do Sinsej, Mara Lúcia Tavares.

No decorrer desta semana os trabalhadores acompanharão os trâmites do projeto da inflação na Câmara de Vereadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × dois =