Todos para a assembleia em Joinville

Amanhã (25/10) os servidores de Joinville participam de assembleia, às 19 horas, na sede do Sinsej. Na pauta está o Calendário Escolar 2017 e o pagamento do recesso de fim de ano aos servidores que trabalharem nesse período. Além disso, serão discutidos os principais projetos que atacam direitos dos trabalhadores brasileiros e o papel do Sinsej no combate a essas medidas. O orçamento do sindicato para o próximo ano também estará em debate, os servidores de Garuva e Itapoá estão convidados a acompanhar.

Entre as principais propostas que tramitam no Congresso e que retiram direitos dos trabalhadores e da juventude está a PEC 241. Aprovada em primeira votação na Câmara dos Deputados, a PEC congela os investimentos nos serviços públicos durante 20 anos. O PLP 257 também ataca diretamente o serviço público, permitindo o parcelamento da dívida dos estados com a União por 20 anos. Para isso é necessário diminuir os investimentos públicos. O PLP aguarda a apreciação do Senado.

Além disso, mais de 50 projetos e reformas tramitam, ou estão em fase de conclusão no Congresso. Eles atacam e retiram os direitos históricos conquistados pela classe trabalhadora. Entre eles, a Reforma do Ensino, que acabará com a educação pública. Também a Reforma da Previdência, que põe fim ao sistema solidário de seguridade. Essas medidas fazem parte do Ajuste Fiscal iniciado pelo governo Dilma e que está sendo aprofundado por Temer. Elas visam garantir o pagamento aos bancos, em detrimento do bem estar da população.

A assembleia vai discutir a participação da categoria na luta em defesa de toda classe trabalhadora e do serviço público do país. Somente a unidade dos trabalhadores e da juventude será capaz de colocar um fim às medidas de austeridade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 + dez =