Sinsej realiza atividades em defesa da educação

O Sinsej convida servidores municipais, estaduais, estudantes e comunidade em geral para participar, em 30 de novembro, de um dia de atividades em defesa da educação, na sede da entidade. Os governos federal e municipal arquitetam uma série de ataques que têm por finalidade destruir o sistema público de ensino. Somente a mobilização dos trabalhadores e da juventude será capaz de impedir essas medidas. Confira a programação e lute contra:

Durante a tarde, a partir das 14 horas, será realizada uma discussão sobre a Lei da Mordaça, projeto que procura calar os estudantes e professores em sala de aula. Essa atividade é voltada para os servidores municipais e o sindicato conseguiu junto à Prefeitura a liberação de um representante por escola e CEI.

À noite, a partir das 19h30, acontece uma plenária aberta que discutirá, além da Lei da Mordaça, o fechamento de turmas e escolas, nas redes municipal e estadual. A advogada do Centro de Direitos Humanos, Cynthia Pinto da Luz, a integrante da União Joinvilense de Estudantes Secundaristas, Mayara Colzani e a coordenadora regional do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina, Thaís Tolentino, conduzirão a atividade. Todos os servidores e a comunidade estão convidados a comparecer e ajudar a defender uma educação pública, gratuita e para todos.

Audiência sobre a Lei da Mordaça

No dia 5 de dezembro, às 19h30, na Câmara de Vereadores, será realizada uma audiência pública para discussão do projeto de lei 221/2014, proposto pela vereadora pastora Léia, a Lei da Mordaça. As atividades do dia 30 introduzirão esta discussão e ajudarão a organizar a mobilização da comunidade para a audiência. Participe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 10 =