Servidores de Itapoá continuam em greve

Os servidores de Itapoá entraram hoje no quarto dia de greve, sem nenhuma sinalização de diálogo por parte do prefeito Marlon Neuber. Na última terça-feira (30/5), um dos vereadores da base aliada procurou o Sinsej, informando que o governo procuraria o sindicato ainda esta semana para negociar. Porém, nenhuma reunião foi marcada até o momento.

Na sessão de segunda-feira e na reunião das comissões da terça, os servidores foram à Câmara de Vereadores de Itapoá exigir a interrupção do trâmite dos projetos de reajuste sem ganho real e aumento do vale-alimentação. Estas duas propostas não passaram pela aprovação da categoria e ignoram o restante da pauta de reivindicações. A categoria, tanto quanto a população, quer o fim da greve. Para isso, é preciso que o prefeito Marlon negocie.

Comando de greve

Ontem (31/5), os servidores fizeram um ato em frente à Prefeitura de Itapoá. Com faixas, falas e panfletos, eles manifestaram seu descontentamento com a nova gestão da cidade e a falta de diálogo. Ao fim, em regime de votação, aprovaram por atos todos os dias, com reuniões do comando de greve pelas manhãs e visitas aos locais de trabalho.

AGENDA DE GREVE

Sexta-feira (2/6)

8 horas, reunião do comando de greve na sede do Sinsej, com avaliação sobre as adesões, e logo após saída aos locais de trabalho.
14 horas, assembleia e ato público, em frente à Prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + 15 =