Perseguição a servidores na Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente

Servidores da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (Sama) estão sendo perseguidos pela Prefeitura com aumento de carga horária depois de supostamente terem denunciado ao Ministério Público que poderia haver interesses na transferência do licenciamento ambiental da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema) para a Fundação do Meio Ambiente (Fatma) – facilitando emissões de laudos. Com o aumento de horário, os trabalhadores foram prejudicados. Um deles se viu obrigado a pedir exoneração. Outro, solicitou Licença Prêmio, mas teve seu horário novamente reduzido pouco antes da concessão do benefício, diminuindo o valor a que teria direito. Isso é considerado assédio moral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + dezoito =