Servidores de Garuva definiram Pauta de Reivindicações 2018

Na noite de quarta-feira (28/2) os servidores de Garuva se reuniram em assembleia para definir a Pauta de Reivindicações da Campanha Salarial 2018. Este ano, entre os principais pontos está o ganho real de 5%, além da inflação.

Também será reivindicada a revisão de escalas dos servidores do Pronto Atendimento, e a redução de jornada de trabalho para 30 horas semanais. A parte administrativa já cumpria 30 horas por semana, porém, no início deste ano, de forma arbitrária o governo aumentou a jornada. Os servidores têm proposta elaborada para apresentar ao prefeito.

Os trabalhadores reivindicam ainda a revisão das tabelas salariais. No Plano de Carreira geral, a progressão precisa ser revista e aumentada, pois não contempla todo o período de trabalho do servidor. No Magistério, o reajuste do piso nacional foi concedido sucessivamente somente para o nível um. O dois permaneceu sem reajuste e o resultado é o achatamento e a destruição do plano.

Durante a assembleia, o presidente da Associação dos Servidores da cidade, Marcelo Eduardo Person, fez uma fala em nome da ASPG sobre a importância da atuação política do Sinsej em Garuva.
Ele ratificou os papeis das duas entidades afirmando que ao sindicato cabe a realização mobilização da categoria em defesa e ampliação de direitos.

A pauta será protocolada na Prefeitura, com um pedido de audiência. Em breve, o sindicato fará nova atividade para deliberar sobre os próximos encaminhamentos da Campanha Salarial 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =