Participe da assembleia contra a privatização da saúde nesta terça

Votação na Câmara ficou para quarta-feira

O projeto de lei 191/2018, que repassa para a iniciativa privada o serviço de diagnóstico da rede pública de Joinville, não foi votado na Câmara de Vereadores hoje (24/9). A matéria era pauta de reunião conjunta das comissões desta tarde. No entanto, de acordo com os parlamentares, a Prefeitura não enviou correções solicitadas no texto a tempo. Uma nova reunião conjunta das comissões está chamada para a próxima quarta-feira, às 16h30, na Câmara. Todos os servidores estão chamados à assembleia que acontece amanhã, às 19 horas, no Sinsej.

Compreenda

O PL 191/2018 cede espaço dentro do Hospital São José para a instalação de um Centro de Diagnóstico Integrado operado por uma empresa privada, com um contrato inicial de 10 anos, que pode ser prorrogado por mais 10.

Essa é a entrega de um serviço-fim do município para a iniciativa privada e em nada difere da privatização de escolas, postos de saúde, entre outros. Inicialmente, os maiores prejudicados serão os trabalhadores do setor, que ficam totalmente na insegurança sobre seus postos de trabalho (o novo Centro de Diagnósticos só vai operar com contratados). No entanto, caso o governo não encontre resistência da categoria, o precedente certamente se espalhará para outras áreas.

A situação também vai precarizar o atendimento à população, principalmente pela introdução da lógica do lucro sobre serviços essenciais. Além disso, o Ipreville sofrerá os impactos negativos da diminuição do número de trabalhadores estatutários.

Para saber mais, clique aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 + quinze =