Orientações para a reposição em CEIs

Os diretores do Sinsej reuniram-se na quarta e quinta-feira (13 e 14/7) com membros da Secretaria da Educação (SE) e com a secretária de gestão de pessoas, Márcia Streit, para discutir sobre a reposição de horas na educação infantil. A SE concordou em possibilitar a jornada estendida diariamente, o pagamento de horas em sala de aula nos momentos de hora-atividade – quando o professor substituto se ausentar – e no recesso de julho, durante os plantões. Atividades recreativas com os alunos em dias não letivos também serão permitidas.

É preciso ressaltar que a hora atividade é um tempo destinado ao professor, para o planejamento de aulas, correções de trabalhos, estudos e registros de avaliações individuais. Ela não deve ser cumprida com alunos. Com o acordo, os CEIs deverão possibilitar que essas atividades sejam trabalhadas em outra oportunidade e nesse tempo vago os servidores cumpram horas em sala de aula.

Durante o recesso de julho, quando costumeiramente apenas quatro unidades permanecem funcionando, serão abertos 29 CEIs na primeira semana e 24 na segunda. Durante esse período, serão escalados preferencialmente servidores que participaram da greve. Os auxiliares de educação e cozinheiras também poderão estender seu horário diariamente para realizar a reposição.

Os servidores devem ficar atentos à forma como as escalas de trabalho serão elaboradas. É preciso levar em conta a necessidade da unidade e a possibilidade do trabalhador. Nada pode ser imposto pela chefia.

Tente negociar em seu local de trabalho, caso haja problemas, entre imediatamente em contato com o Sinsej. Todos os casos serão acompanhados pelo sindicato e encaminhados à Secretaria de Educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + treze =