Campanha contra cortes de insalubridade no HMSJ

A direção do Hospital Municipal São José divulgou entre os trabalhadores que uma empresa terceirizada está elaborando um laudo ambiental para rever os pagamentos de adicionais de insalubridade aos servidores.

O Sinsej alerta desde já que somente tem acordo com esta revisão se a intenção da direção do hospital for ampliar esse benefício. Porém, não foi isso que aconteceu em diversos setores da Prefeitura, onde houveram duros cortes.

O laudo ambiental é elaborado com base em normas do Ministério do Trabalho. São elas que regulam quais atividades são consideradas insalubres ou perigosas. Porém, essas normas servem para garantir o direito dos trabalhadores e não para proibir direitos que já foram adquiridos. Reconhecer as dificuldades enfrentadas diariamente no São José e recompensar os servidores por isso é uma opção política da Prefeitura e da direção do hospital.

Não se pode negar a precariedade e os riscos a que cada trabalhador do São José é exposto diariamente. Toda a sociedade conhece a situação do sofrido Zequinha. É preciso valorizar os servidores que mantêm esse hospital de pé.

Revisão da insalubridade, só se for pra ampliar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − três =