Servidores participarão da Greve Geral do dia 30

Oito centrais sindicais brasileiras, entre elas a CUT, estão chamando uma greve geral para 30 de agosto. Os servidores de Joinville participarão do movimento por meio de um ato, às 15 horas, na Praça da Bandeira, com concentração a partir das 14 horas. A decisão foi tomada na assembleia de 22 de agosto.

A pauta nacional da classe trabalhadora é pelo fim das terceirizações, redução de jornada para 40 horas semanais sem redução de salário, mais recursos para educação e saúde, fim dos leilões do petróleo e do fator previdenciário. Cada categoria apresenta ainda suas reivindicações específicas. Os trabalhadores da Prefeitura de Joinville reivindicam os itens do acordo da greve de 2013 que ainda não foram cumpridos. São eles:

1) O desconto na tarifa de transporte para professores do quinto ao nono ano (passe-professor).

2) A regulamentação de lotação e transferência dos servidores.

3) A alteração da forma de aplicação da hora-atividade na Educação Infantil.

4) Implementação dos 33,33% de hora-atividade para o magistério.

Há ainda outras reivindicações, como o pagamento de 40% de adicional noturno, um Calendário Escolar 2014 acordado com a categoria, abono do 14º para a Educação, pagamento de hora-extra para os servidores que trabalharem no recesso de fim do ano e demais itens da Pauta de Reivindicações 2013 não atendidos com a greve.

Dentre as pautas nacionais, o Sinsej acredita que, com a aproximação de períodos de crise financeira, é preciso defender garantia de estabilidade de emprego, reajuste automático de salários com a alta da inflação (gatilho salarial), reestatização do que foi privatizado e revogação das reformas da previdência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − três =