Aprovada urgência para votação de projeto

DSC_0010
Servidores acompanharam a sessão da Câmara de Vereadores, ontem (4/8) | Foto: Kályta Morgana de Lima

O requerimento de urgência para a tramitação do projeto de lei complementar apresentado pelo vereador Adilson Mariano sobre a insalubridade dos servidores municipais foi aprovado por unanimidade ontem (4/8) na Câmara de Vereadores. Agora, a matéria precisa tramitar em no máximo dois dias. Como quintas e sextas-feiras não há sessão, a votação em plenário deve acontecer na próxima segunda-feira.

Esse PLC tem o número 41/2015 e prevê insalubridade para os servidores de todas as unidades da Secretaria de Saúde, hospital, cozinheiras e profissionais que realizam troca de fraldas e demais cuidados de higiene nas escolas e CEIs. Além disso, altera a forma de pagamento desse direito: o benefício passa a ser pago com base no salário base – respeitando decisão do Supremo Tribunal Federal – e não mais sobre o salário mínimo. O projeto garante ainda, o fornecimento de uniforme e a extensão da gratificação de alta complexidade para todos o São José.

Os servidores estão convidados a acompanhar a sessão, a partir das 17 horas, para pressionar os vereadores a serem favoráveis ao projeto. A categoria também pede a intervenção dos parlamentares para a abertura da mesa de negociação com a Prefeitura.

Amanhã (6/8), haverá reunião ampliada do Conselho de Representantes por Local de Trabalho, às 19 horas, no Sinsej. Todos os servidores de Joinville estão convidados. A próxima assembleia dos trabalhadores do São José será na sexta-feira, às 12h30, na barraca em frente ao Hospital. Até o momento, o governo não entrou em contato para agendar audiência com o sindicato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =