Prefeitura de Itapoá apresenta proposta

Novamente o Sinsej reuniu-se com a Prefeitura de Itapoá para negociar a situação dos servidores municipais. Dessa vez, o governo apresentou uma proposta, que contempla os 9,83% da inflação, parcelado em três vezes. O projeto será discutido com os servidores no início da greve, na próxima segunda-feira (22/8), às 8 horas, em frente à Prefeitura.

Confira a proposta de reposição:

I. Agosto de 2016: 4,92%.

II. Outubro de 2016: 2,50%.

III. Dezembro de 2016: 2,41%.

A pedido do Sinsej, a proposta também inclui abono de falta do primeiro dia da paralisação (22/8), e dos dias de votação do Projeto de Lei na Câmara de Vereadores. Além disso, o pagamento do reajuste do vale-alimentação.

O projeto já foi encaminhado para a Câmara de Vereadores, mas será votado somente após a aprovação da categoria.

prefeitura-de-itapoa-apresenta-proposta-2-foto-kalyta-morgana-de-lima
Foto: Kályta Morgana de Lima

 

Entenda

Na Campanha Salarial de 2016, a prefeitura havia acordado o pagamento da inflação de maio de 2015 a maio de 2016. Também o ganho real de 1%. Porém, o jurídico da Câmara de Vereadores de Itapoá chegou a conclusão que por ser ano eleitoral não era possível pagar a inflação do ano todo, mas somente de janeiro a maio de 2016.

Devido esse posicionamento, os servidores entraram em greve. Após nove dias paralisados, um projeto que previa a reposição do período de janeiro a maio de 2016 mais a inflação de gerada a cada mês, até dezembro deste ano, foi aprovado. Contudo, o governo não cumpriu o acordo.

A categoria deflagrou greve a partir da próxima segunda (22/8). Os servidores pedem que os acordos sejam cumpridos.  São eles: pagamento da inflação; fim dos cortes da insalubridade e gratificações para servidores da saúde; pagamento do reajuste do vale-alimentação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =