Servidores do CEI Namir Alfredo Zattar lutam contra falta de profissionais

Os servidores do Centro de Educação Infantil Namir Alfredo Zattar, no bairro Aventureiro, irão cruzar os braços no dia 1º de agosto em protesto contra a falta de funcionários na unidade. Estes trabalhadores enfrentam dificuldades com falta de pessoal desde fevereiro deste ano e buscaram diálogo com a Secretaria de Educação, mas não obtiveram nenhum sucesso.

Os trabalhadores relatam que a falta de profissionais levou as professoras do apoio pedagógico a assumir salas de aula, o que coloca estas servidoras em desvio de função, prejudica a orientação no planejamento e os registros avaliativos dos demais. A unidade também está sem auxiliar de inclusão.

Ao todo, faltam no CEI quatro professores de 40 horas, um professor de 20 horas, dois auxiliares de sala e um auxiliar de direção. O CEI Namir Alfredo Zattar atende 350 crianças, do bairro mais populoso da cidade.

“O que solicitamos é que os direitos de nossas crianças e comunidade sejam respeitados. Que as leis sejam cumpridas e os funcionários tenham a mínima condição de exercer suas funções com respeito e dignidade”, explicam os trabalhadores da unidade, em um abaixo-assinado enviado ao secretário de Educação, Roque Mattei.

O Sinsej apoia a luta desses servidores, cuja situação é recorrente na rede municipal de educação, e estará ao lado deles na mobilização agendada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 3 =