Vitória dos motoristas e servidores do Ittran

Os trabalhadores do Instituto de Trânsito e Transporte de Joinville (Ittran) e os motoristas da Prefeitura tiveram grandes vitórias na semana passada. Os primeiros conseguiram a aprovação do reconhecimento do tempo de serviço na extinta Conurb. O segundo grupo conquistou a elevação do piso salarial do cargo. As duas medidas só foram aprovadas após muita organização e mobilização da categoria ao lado do sindicato.

Tempo de Serviço no Ittran

Em 2012 a antiga Companhia de Desenvolvimento e Urbanização de Joinville (Conurb), empresa pública municipal, tornou-se uma autarquia da Prefeitura passando a chamar-se Ittran. Os funcionários, que haviam feito concurso para a Conurb, viraram servidores municipais. Porém, o tempo de serviço prestado à companhia não estava sendo considerado para fins de progressão na carreira.

Para conquistar o direito, foram feitas diversas solicitações, reuniões e, por fim, um dia de paralisação, em 7 de novembro. Na semana passada, os vereadores aprovaram o projeto que regulamenta esta medida. Nesta semana ele deve ser assinado pelo prefeito, tornando-se lei. Os servidores mais antigos, alguns com 14 anos de serviço, agora terão acesso a quatro triênios, o que representa um adicional na casa de 24%.

Em 7/11 os servidores do Ittran paralisaram por um dia I Foto: Francine Hellmann
Em 7/11 os servidores do Ittran paralisaram por um dia I Foto: Francine Hellmann

Elevação salarial dos motoristas

Outro setor da categoria que conquistou uma importante reivindicação na última semana foi o dos motoristas. Eles estavam no nível sete da tabela salarial e foram elevados ao nove. Estes trabalhadores reivindicavam esta progressão há mais de dez anos. Este ano, ocuparam o gabinete do prefeito com os diretores do Sinsej e exigiram uma reunião.

Motoristas foram à prefeitura pressionar pela reivindicação I Foto: Francine Hellmann
Motoristas foram à prefeitura pressionar pela reivindicação I Foto: Francine Hellmann

Exemplo de luta

A organização destes trabalhadores foi um modelo para o restante da categoria. Com o apoio do sindicato, eles mantiveram-se unidos e pressionando a Prefeitura até o atendimento das reivindicações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 × três =