Sinsej e governo têm primeira reunião pós-greve

Os diretores do Sinsej e o governo tiveram a primeira reunião pós-greve, na manhã de ontem (8/7). O encontro teve como principais assuntos a reposição das horas da greve e os encaminhamentos dos acordos feitos ao fim da paralisação.

Os representantes da Prefeitura apresentaram um projeto de lei para a reposição das horas paradas entre os dias 20 e 29 de maio. A proposta, que também transforma os dias 19 e 30 de maio em ponto facultativo, foi analisada pelos dirigentes sindicais e está coerente com o acordado durante a greve. Agora, ela será enviada à Câmara de Vereadores.

A reposição será organizada nos mesmos moldes de 2013. A secretaria de gestão de pessoas enviará comunicado a todas as unidades autorizando a reposição a partir de 1º de agosto.  Os demais pontos pendentes da greve foram colocados em um único projeto, sobre o qual os diretores do Sinsej apresentaram pequenas divergências. O único item, dentre os que precisam constar em lei, que não estava na minuta de projeto é o escalonamento da implementação dos 33,33% de hora-atividade para os professores.

Na sexta-feira (11/7), a direção do sindicato volta a se reunir com a equipe de governo para concluir estes assuntos pendentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco × 3 =