Sinsej pede que Udo adiante reunião

O Sinsej solicitou nessa quarta (29/7) oficialmente o adiantamento da reunião sobre a greve do São José, que foi agendada pela Prefeitura para sexta-feira (31/7). O sindicato considera a data distante. A greve já dura 18 dias e estendê-la é irresponsabilidade do governo para com a comunidade.

Os trabalhadores do Hospital pedem que Udo Döhler volte atrás na informação repassada, de corte de adicionais de insalubridade e periculosidade, entre outras reivindicações.

Os diretores da entidade colocaram-se à disposição para negociar a qualquer momento.  Leia aqui o ofício enviado.

Solidariedade

Os servidores em greve do Hospital São José entregaram, na tarde de quarta, doações ao Lar Abdon Batista. Foram arrecadados 160 kg de açúcar, a pedido da instituição. A casa abriga atualmente 50 crianças de zero a oito anos, dentre elas 13 bebês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezesseis − doze =