Vereadores de Itapoá traem a categoria e aprovam aumento da alíquota do Ipesi

Foram necessárias apenas duas sessões extraordinárias para que os vereadores de Itapoá aprovassem três Projetos de Lei Complementar do prefeito Marlon Neuber (PL) que golpeiam diretamente a categoria.

Com a aprovação do PLC 01/2021 com apenas um voto contrário, de José Antônio Stoklosa, os vereadores autorizaram o aumento da alíquota de contribuição dos servidores para o Instituto de Previdência – Ipesi dos atuais 11% para 14%. Esta decisão irá afetar diretamente cerca de 700 contribuintes que acumularão mais 3% de perdas nos vencimentos e proventos já defasados nos últimos anos.  A lei entrará em vigor na data de sua publicação, porém a majoração no desconto deverá respeitar o prazo de 90 dias.

A aprovação deste projeto penaliza quem paga compulsoriamente todos os meses sua contribuição, enquanto é sabido que a Prefeitura possui uma dívida que, em abril de 2003, estava avaliada em R$ 680 mil pelo não recolhimento da parte patronal durante os primeiros anos da autarquia. Não é justo que a categoria pague uma conta que não contraiu.

Numa atitude de subserviência aos mandos do prefeito, a tramitação rápida e a censura à participação popular no chat da sessão virtual demonstraram o desrespeito que tanto o governo quanto a maioria dos vereadores tem pela categoria. Mas assim como a coragem e a mobilização das servidoras e dos servidores já barrou ataques anteriores, o momento agora é de luta e resistência por nenhum direito a menos, por valorização e respeito.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quinze − 6 =