Secretaria de Educação de Joinville ignora pandemia e obriga professores a cumprirem hora-atividade presencialmente

A diretoria do Sinsej esteve reunida nesta segunda (9) com representantes da Secretaria da Educação de Joinville para questionar a recente revogação do decreto que permitia aos professores que estão no sistema presencial cumprirem suas hora-atividades fora da escola. De acordo com a Secretaria, a medida foi tomada porque evita que professores não cumpram corretamente a hora-atividade remotamente, mas será revista caso algum novo surto da doença seja detectado. No entanto, não esclarece os parâmetros que definem o surto, já que a pandemia não acabou, o município segue na matriz de risco gravíssimo para transmissão do novo coronavírus e a variante delta – muito mais transmissível que as variantes anteriores – já foi detectada.

Para a diretoria do Sinsej, a decisão da Secretaria é irresponsável. Além de resultar em aglomeração desnecessária na escola, muitos profissionais ainda não tomaram a segunda dose da vacina e as crianças e adolescentes ainda não constam no plano de imunização para a covid-19.
O Sinsej está atento ao tema e segue exigindo vacinação para todas e todos, EPIs e condições sanitárias para tornar o ambiente escolar seguro contra a covid-19.

hora-atividade-presencial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

vinte − 13 =