Sinsej propõe emenda de valorização aos auxiliares, mas proposta é rejeitada pelo vereador Kiko do Restaurante (PSD)

Na última terça-feira (21), foi discutida na Comissão de Legislação da Câmara de vereadores de Joinville (CVJ) a emenda modificativa nº 02/2022, que visa incluir os auxiliares de educadores e auxiliares escolares no Plano de Carreira Municipal. A emenda valorizando a categoria foi uma proposta do Sinsej aos vereadores, mas recebeu parecer contrário do relator, Kiko do Restaurante (PSD), na Comissão.

A emenda nº 02/2022 propõe uma alteração no Projeto de Lei Ordinária nº 113/2022, que está em tramitação na Câmara. O projeto é do poder executivo e foi enviado para a Câmara no dia 17 de maio. Desde então já passou por discussões nas comissões de Legislação, Educação e Finanças. No dia 25 do mesmo mês, o Sinsej se reuniu com auxiliares de educadores e auxiliares escolares na sede do sindicato e um dos encaminhamentos da reunião foi buscar a inclusão da categoria no Plano de Carreira Municipal. A direção do sindicato montou uma proposta de emenda visando atender os anseios dos trabalhadores e articulou junto aos vereadores para que ela fosse apresentada. Quatro deles assinaram a proposta de emenda: Ana Lúcia Martins (PT), Claudio Aragão (MDB), Sidney Sabel (União Brasil) e Cassiano Ucker (Cidadania).

No último dia 20, o vereador Kiko do Restaurante (PSD) foi designado como relator da emenda na Comissão de Legislação. Após essa definição uma comissão formada por auxiliares de educadores, auxiliares escolares e representantes do Sinsej pediu uma reunião com o vereador, afim de discutir o projeto. Porém, Kiko se recusou a receber a comissão e, mais tarde, apresentou seu parecer contrário à emenda na reunião da comissão. A aprovação da emenda seria discutida na mesma reunião, porém o vereador Nado (PROS) pediu vistas, para analisar melhor a proposta. A comissão volta a se reunir no próximo dia 27, às 15 horas, quando a emenda deve ser votada.

O Sinsej ressalta que a inclusão dos auxiliares no Plano de Carreira Municipal é de suma importância para a categoria. Auxiliares de educadores exercem uma função similar a de um professor em sala de aula e devem ser valorizados como tal. Por sua vez, os auxiliares escolares também são fundamentais para o bom funcionamento de uma unidade de ensino e também merecem valorização. Ambas as categorias também são docentes e não faz sentido que não sejam contempladas pelo projeto.

O Sinsej convoca todos os servidores a pressionarem os vereadores da Comissão para que rejeitem o parecer do vereador Kiko do Restaurante (PSD) e que votem pela aprovação da emenda modificativa nº 02/2022. Integram a Comissão de Legislação os vereadores Alisson Julio (NOVO), Nado (PROS), Lucas Souza (PDT) e Claudio Aragão (MDB), além do próprio Kiko do Restaurante (PSD).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro × 1 =