Agora é GREVE!

Assembleia deflagra greve
Servidores lotaram o Ginásio Abel Schulz na Assembleia Geral desta terça-feira e deliberaram pela greve geral da categoria. Os trabalhadores negaram a proposta da Prefeitura de reajuste parcelado e votaram a instalação da greve, com a primeira paralisação programada para o dia 13 de julho, quando os servidores realizarão uma nova assembleia às 8h da manhã, em frente a Prefeitura. Até lá o Executivo Municipal terá uma nova chance apresentar uma proposta coerente para então discutir com a categoria. Não havendo negociação, os trabalhadores tem data marcada para a paralisação total das atividades, iniciando a greve geral do funcionalismo em 2 de agosto, sem previsão de retorno.
Os servidores aprovaram ainda o envio de uma carta ao Poder Legislativo, solicitando que os vereadores rejeitem o projeto de lei enviado pelo Executivo na última terça-feira, que institui a proposta de reposição da inflação em três parcelas. Os trabalhadores entendem que o parcelamento desta reposição gera mais perdas aos vencimentos da categoria e exigem que este seja feito em parcela única, retroativa a data-base, em maio.
Nestes períodos o Sindicato continuará as visitas aos locais de trabalho informando e organizando a categoria para as paralisações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 1 =