De novo! Mais de 4 mil servidores na Prefeitura

Mais uma vez, cerca de 4 mil trabalhadores ocuparam a frente da Prefeitura, no quinto dia da greve dos servidores públicos de Joinville. A adesão ao movimento continua crescente e o sindicato acredita que o movimento já ultrapassa 60% da categoria. Às 10 horas, o Presidente do Sinsej, Ulrich Beathalter, seguiu para uma reunião com a Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores e representantes do governo, para tentar uma negociação entre servidores e Prefeitura. Para a tarde está programada uma assembléia, às 16h, na Praça da Bandeira.

Na noite de ontem um grupo de servidores em greve foi recepcionar o prefeito Carlito Merss no aeroporto de Joinville. Os trabalhadores não o encontraram, mas deixaram seu recado. Hoje, por volta das 10 horas, na rede social Twitter, a Prefeitura anunciou que ele teria desembarcado no aeroporto de São José dos Pinhais. No entanto, em entrevista à uma rede de TV, o prefeito anunciou que desembarcou em Joinville, mas evitou o servidores com medo de retaliações.

Na tarde de ontem a Prefeitura enviou ofício ao sindicato, informado que abriria uma mesa de negociações mediante o fim da paralisação. O Sinsej informa que não pode frear o movimento dos trabalhadores sem uma proposta concreta por parte da Prefeitura. O documento recebido não garante sequer uma data pra realização do possível encontro, tampouco algum avanço nas negociações.

Com a continuação da paralisação, o Sinsej já tem uma agenda de plantão para o fim de semana. A sede do sindicato estará aberta e atividades diferenciadas serão realizadas para o encontro dos servidores e avaliações dos dias de greve. No sábado, haverá uma sessão de cinema para incentivar a reflexão do movimento com os trabalhadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × cinco =