Sinsej quer audiência

O Sinsej protocolou na tarde de hoje (30/6) um pedido de audiência com o prefeito Carlito Merss (PT) para discutir a folha de pagamento de junho, os descontos que ocorreram no vale alimentação e a organização das reposições dos dias parados.

Diversos servidores tiveram os dias de greve descontados do auxílio alimentação, que a partir desse mês, passou a ser pago em espécie e deveria corresponder a R$ 150. Além disso, o projeto 159/2011, que deu fim à paralisação, previa que os dias parados não seriam descontados até setembro, com possibilidade de reposição. Porém, por meio da imprensa, a Prefeitura informou hoje que o pagamento dos servidores que aderiram ao movimento será feito apenas no dia 15 do próximo mês, através de folha suplementar. Na prática, eles receberam descontos, o que se configura como descumprimento do acordo de greve.

Outro problema recorrente após o restabelecimento dos trabalhos tem sido a elaboração das escalas de reposição. Chefias de vários setores têm dificultado essa organização, sendo que muitas ainda não permitiram tal organização.

A categoria encontra-se em estado de greve e tem assembleia marcada para a próxima quarta-feira (6/7), às 19 horas, na sede do sindicato. Diante disso a data sugerida para a audiência foi dia 5/7, às 14 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =