Trabalhadores em auto escolas de SC em greve

Os instrutores de auto escolas de Santa Catarina estão em greve desde segunda-feira (11/6). Esta é a primeira paralisação realizada pela categoria cujo sindicato é o Sintrauto, filiado à CUT. De acordo com a entidade, a adesão é maior em Criciúma e na Grande Florianópolis, onde cerca de 70% dos trabalhadores estão parados.

O piso atual da categoria é de R$ 981, porém em sua maioria eles recebem uma complementação de salário, paga informalmente e sem registro em carteira. Para solucionar o problema, eles pedem a elevação do piso para R$ 2,2 mil.

Outra reivindicação é a diminuição do espaço de intrajornada. O sindicato patronal sugeriu um intervalo de 5 horas. Ou seja, este tempo somado ao de efetivo desempenho do trabalho resulta em uma disponibilidade diária de 14 horas sem pagamento de horas extras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × quatro =