Audiência pública debate problemas da educação

Acontece, nesta quarta-feira (21/11), às 19h30, a audiência pública sobre a situação das escolas estaduais na Câmara de Vereadores de Joinville. No evento será discutido o anúncio da não reabertura de matrículas nas extensões de escolas estaduais que funcionam em unidades municipais, as interdições escolares não solucionadas e a implantação do Piso Nacional do Magistério. A iniciativa foi do vereador Adilson Mariano (PT) depois de tentativas de solução do problema junto à Gerência Regional de Educação do Estado.

A audiência pretende reunir pais, alunos e professores das escolas envolvidas. Também foram convidados o secretário da Educação de Santa Catarina, Eduardo Deschamps, representantes da Secretaria de Desenvolvimento Regional do Estado (SDR) Joinville, a regional Joinville do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte), a União Joinvilense dos Estudantes Secundaristas (Ujes) e outras organizações relacionadas à educação. Com a conversa entre todas essas representações, pretende-se propor ações para solucionar os problemas que a área enfrenta.

O vereador Mariano irá propor uma manifestação com todos os defensores de melhorias e investimentos nas escolas para sensibilizar o governo Raimundo Colombo (PSD). Dessa forma, pretende-se unir a luta das comunidades que enfrentam problemas similares em suas escolas. Isso daria mais força ao movimento para cobrar do Estado a solução definitiva dos desafios existentes.

Ameaça de fim das extensões

As extensões têm atendido à demanda de estudantes nos bairros em que o Estado não instalou escolas ou em que elas estão interditadas. O governo, então, usa escolas do município de forma provisória para esse trabalho desde 1999. Os alunos frequentam essas unidades, mas têm suas matrículas nas “escolas mães”.

O governo Colombo tem orientado as gerências regionais a encerrar o funcionamento das extensões. Em Joinville a medida pretende ser implantada em 2013 e essas unidades não abriram rematrícula para o próximo ano.

Banner de divulgação da audiência pública na Câmara

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezessete − 12 =