Paralisação no Pronto Socorro do São José amanhã

Servidores querem alertar a imprensa e comunidade I Foto: Francine Hellmann
Servidores querem alertar a imprensa e comunidade I Foto: Francine Hellmann

Os servidores do Pronto Socorro do Hospital Municipal São José (HMSJ) farão duas horas de paralisação amanhã (4/2), das 11h30 às 13h30. Os trabalhadores exigem providências para a superlotação. Ao meio-dia de hoje havia 65 paciente internados no local a mais do que a capacidade máxima, de 37 pessoas. Eles eram atendidos por apenas seis técnicos de enfermagem.

O diretor do Sinsej Tarcísio Tomazoni Júnior telefonou para o presidente do hospital Marcos Krelling, mas até agora nenhuma medida foi tomada para aliviar a situação. Muitos pacientes foram internados nos corredores, onde não há ar-condicionado. Outros, estão na sala de medicação, que deveria ser um espaço de atendimento inicial e provisório.

Servidores relatam que as macas acomodadas nestes espaços estão muito próximas umas das outras. Além disso, temem cometer erros devido à quantidade de pacientes atendidos ao mesmo tempo.

Em dezembro, a Prefeitura divulgou a abertura de 47 novos leitos no hospital. Porém, logo em seguida foram fechados 36, que funcionavam em local inapropriado.

Texto atualizado às 17h33

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − cinco =