Assistência Social decide por nova paralisação

Servidores da Assistência Social reunidos no Sinsej I Foto: João Diego Leite

Em assembleia, na sexta-feira (15/8),  servidores da Secretaria de Assistência Social decidiram fazer uma nova paralisação de 24 horas. Eles manifestam-se contra o aumento da carga horária na Casa Abrigo Viva Rosa e no Abrigo Infanto Juvenil.

O dia de protesto começará às 7 horas de segunda-feira (18/8). Às 11 horas, uma nova assembleia será realizada no sindicato. À tarde, os trabalhadores irão à Câmara de Vereadores pedir o apoio dos parlamentares. Na semana passada, eles já paralisaram por um dia, na terça-feira (12/8).

O governo pretende aumentar em 40% a jornada nesses dois locais, a partir de 1º de setembro. Em assembleia, eles afirmaram que não aceitarão a imposição e que manterão a escala atual de trabalho. O vice-presidente do Sinsej, Tarcísio Tomazoni Júnior, lembra que foi promessa de campanha do prefeito Udo Döhler (PMDB) não alterar a carga horária na Prefeitura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × três =