Irregularidades na aplicação de hora-atividade

A aplicação de hora-atividade apresenta irregularidades em alguns CEIs, conforme constatado pelo Sinsej. Iniciado neste ano, o processo contempla somente, até o momento, a Educação Infantil e até 2019 irá abranger também o Fundamental.

A lei nacional prevê que os profissionais da educação têm direito a 33% de hora-atividade. Ou seja, quem trabalha 1.200 minutos por semana (20 horas) tem direito a 400 minutos. Quem tem carga horária de 2.400 minutos semanais (40 horas), deveria cumprir 800 minutos de hora-atividade.

Ocorre que em vários CEIs os profissionais têm cumprido um período menor do previsto na lei. O sindicato está averiguando a situação e busca uma reunião junto ao secretário Roque Mattei para resolver a situação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezessete − 11 =