Servidores do Hospital São José em greve

DSC_0081
Por unanimidade os servidores do HMSJ votaram por continuar em greve I Foto: Aline Seitenfus

Hoje (13/7) pela manhã teve início a greve dos servidores do Hospital Municipal São José. Cerca de 200 trabalhadores paralisaram suas atividades, o que equivale a praticamente 50% do turno da manhã. Às 8h30 foi realizada assembleia onde, por unanimidade, os funcionários decidiram manter a greve até que a Prefeitura conceda todos os seus pedidos.

O que motivou os servidores a paralisarem foi o anúncio da retirada de insalubridade e periculosidade para diversos setores. Outras reivindicações que reforçaram a paralisação são: não fornecimento de uniforme, extensão do pagamento de insalubridade para todos, incluindo a farmácia, e pagamento do adicional de insalubridade aos setores que atendem pacientes com doenças infectocontagiosas em isolamento.

O presidente do Sinsej, Ulrich Beathalter, falou que neste momento é necessário que a categoria se mantenha organizada, mobilizada e unida. Até o momento, o governo não fez nenhum pronunciamento sobre a greve. A única medida foi proibir os diretores do sindicato a entrarem no local de trabalho – um flagrante ato antissindical.

Na terça-feira (14/7), às 10h30, a diretoria do sindicato reúne-se com o governo para negociar a greve. Logo após, às 12h30, acontece nova assembleia com os servidores, para avaliação e novos encaminhamentos.

Atendimento ao público

O sindicato se compromete em manter o quadro mínimo de servidores previsto em lei, mas cabe à direção do hospital informar como será a recepção dos pacientes. Na semana passada, através de ofício, o Sinsej se propôs a auxiliar na organização de escala de trabalho para os servidores que não aderirem à greve. Contudo, não obteve respostas. A entidade sindical pede à população o apoio aos trabalhadores do HMSJ. “Todas as cobranças devem ser feitas ao responsável por essa situação: o prefeito Udo Döhler”, falou Ulrich.

O presidente do sindicato lembrou ainda que uma das prioridades de Udo durante a campanha era a saúde. Entretanto, seu governo tem feito diversos ataques a esses servidores e prejudicado o atendimento de todos os joinvilenses.

Servidores Do Hospital São José Em Greve

Flickr Album Gallery Powered By: WP Frank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − 11 =