Assembleia da Campanha Salarial em Joinville

No dia 11 de fevereiro, uma quinta-feira, acontece assembleia para elaboração da pauta de reivindicações dos servidores de Joinville. Será às 19 horas, na Câmara de Vereadores. A presença de toda a categoria é indispensável, pois é esse o momento de discutir e decidir o que será cobrado do governo na Campanha Salarial 2016.

No final de 2015 os servidores joinvilenses sofreram duros ataques do prefeito Udo Döhler. Através do seu “pacote de maldades”, ele retirou a possibilidade de gozo ou pagamento de licença-prêmio e também não pagou o abono para quem trabalhou no recesso. “Essa é a hora de exigirmos que nossos direitos sejam cumpridos”, disse o presidente do Sinsej, Ulrich Beathalter.

Outro ponto que a categoria deve discutir é a desvalorização do salário devido a inflação alta. O INPC, indicador de inflação, já está em 11,28%, com tendência a aumentar até o encerramento da Campanha Salarial. O reajuste do vale-alimentação, com equiparação ao pago para funcionários da Companhia Águas de Joinville, é outra reivindicação que deve ser cobrada novamente.

Além disso, há falta de medicamentos em diversas Unidades de Saúde e de distribuição de uniforme para servidores que trabalham em obras e saúde, por exemplo. Desvio de função dos ACSs, falta de reconhecimento dos auxiliares lotados na Secretaria de Educação, abusos nas transferências, entre outros problemas, também são realidades que devem ser combatidas em conjunto. “Os ataques só vão parar se agirmos em unidade, organização e luta”, comentou Ulrich.

O conselho de representantes reúne-se antes, dia 4 de fevereiro, às 19 horas, no Sinsej. Ele irá preparar uma pré-pauta, a ser discutida com o restante da categoria. Avise seu conselheiro.

Lembre-se:

Assembleia para tirada de pauta da Campanha Salarial 2016. Câmara de Vereadores, 19 horas. Venha e traga seus colegas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =