Mobilização mantém odontologia no PA Norte

O prefeito Udo Döhler mais uma vez tentou cortar direitos dos trabalhadores e da população, ao anunciar o corte do serviço de odontologia do PA Norte. A medida foi impedida pela mobilização da comunidade e dos servidores. O Sinsej orienta que é preciso permanecer atento.

Não houve diálogo antes da decisão. O Sinsej, os servidores e o Conselho Municipal de Saúde desconheciam a intenção. No dia 17 de fevereiro, houve uma reunião para discutir o assunto, onde ficou evidente o descontentamento da comunidade. Na oportunidade, foi informado que a Prefeitura havia voltado atrás, suspendendo o corte do serviço. Também foi levantada a necessidade de ampliação do horário de atendimento, que hoje ocorre apenas das 7 às 18 horas.

No dia seguinte (18/2), a situação foi levada à secretária de Saúde, Francieli Cristini Schultz, na reunião da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores. Ela reafirmou que o atendimento não será suspenso e discutiu o local onde será instalado o serviço de ortopedia no PA Norte, que até então seria colocado no lugar da odontologia. “A manutenção da odontologia e a instalação da ortopedia é resultado da mobilização dos servidores e da população”, afirmou Eliane dos Santos, diretora do Sinsej. O sindicato ficará atento mediante qualquer ameaça de cortes pela Prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + doze =