PDT Joinville se alia ao Partido Novo em projeto que dificulta valorização do servidor da educação

A Comissão de Legislação votou e aprovou o Projeto de Lei nº 112/2022, que teve como relator o vereador Lucas Souza (PDT). A proposta trata de uma ilusória valorização por mérito dos profissionais da educação da Rede Pública Municipal. O projeto de lei é proposto pelo executivo municipal e recebeu parecer favorável do relator.

Apesar de supostamente visar a valorização do servidor da educação, o projeto propõe que metas sejam atingidas para que os profissionais recebam um bônus financeiro. Porém, tais metas estão fora da realidade e dificilmente serão atingidas pelos servidores. Na visão do Sinsej, são propostas irreais, que acabarão por não contemplar os trabalhadores.

Entenda melhor o projeto na live do Sinsej

Durante a reunião na CVJ, a presidenta do Sinsej, Jane Becker, teve direito a palavra e explicou a posição do sindicato. “Esse projeto traz consigo uma ideologia que não contempla toda a nossa categoria e não valoriza a base da categoria. E o formato da valorização contida nesse projeto é ainda mais grave. Ela coloca em discussão o servidor, se ele merece ou não merece a valorização salarial. A nossa visão é que toda a categoria do magistério merece a valorização de igual. Uma discussão isonômica e igualitária. O que deveria estar sendo discutido nessa Casa é o acesso da categoria (a valorização do plano de carreira) , que vem sofrendo desvalorizações salarial”, afirmou a presidenta.

Mesmo com os pedidos do sindicato para que o projeto não avançasse, os vereadores aliados ao prefeito Adriano Silva (NOVO) junto com o relator Lucas Souza (PDT) ignoraram os apelos e votaram pela aprovação na Comissão. Agora o projeto deve passar por debates nas comissões de Educação e na de finanças antes de ir à votação em plenário.

One thought on “PDT Joinville se alia ao Partido Novo em projeto que dificulta valorização do servidor da educação

  • 24 de maio de 2022 em 13:06
    Permalink

    A ideologia da meritocracia é um projeto neoliberal que provoca desigualdade no magistério, estimulado competição e individualismo prejudicando os professores.Escola não é empresa e tem que existir o coletivismo e integração favorencendo a comunidade escolar!
    Esse projeto não valoriza o plano de carreira do magistério criando uma falsa realidade de valores,infelizmente!
    Senhores vereadores e Senhor prefeito, educação não é empresa e não visa produção e lucro!
    Professores e comunidade, lutem contra esse projeto baseado no neoliberlismo!
    Quanto ao PDT, cada dia mais pequeno e tende a virar um partido nanico.(O saudoso Leonel Brizola está se revirando no túmulo contra tudo que está acontecendo com a realidade nacional,estadual e municipal).

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

20 − três =