Servidores vão para greve

O primeiro dia de greve mostrou que a categoria está unida e decidida a buscar seus direitos. Diversos locais de trabalho tiveram as atividades paradas completamente, ou abaixo do normal devido adesão à greve. Os trabalhadores da saúde já paralisaram os serviços em postos de saúde por toda a cidade. A manifestação com mais de mil pessoas em frente à Prefeitura foi a prova de que esta greve vai parar a cidade se o prefeito Carlito Merss não atender os trabalhadores.
Agenda:
  • Amanhã (24) – A partir das 7 horas, no sindicato, organização de comandos de greve para visitar locais de trabalho;
  • Amanhã (24) – Participação dos trabalhadores na sessão ordinária da Câmara de Vereadores, a partir das 9 horas, para pressionar o legislativo;

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 + 19 =